Selos postais com o tema Animais - Acervo de Selos

Selos postais com o tema Animais

A página exibe os selos postais de diferentes países com o tema Animais.

Aves

Os selos exibem muitas espécies diferentes de aves, como águia, beija-flor, canário, coruja, dom-fafe, faisão, etc. Veja mais selos postais sobre o tema na página aves.

Selo Andorinha-de-bando Selo Pavão

Besouros

Existem muitas espécies de besouros e elas variam de tamanho e cores. Algumas dessas espécies estão representadas nos selos abaixo.

Trichodes apiarius Clivina subterranea
Selo Besouros Selo Clivina Subterranea
Besouro toca-viola Besouro-Carocha
Selo Besouro toca-viola Selo Calosoma sycophania
Geotrupes Megasoma elephas
Selo Geotrupes Selo Megasoma elephas

Borboletas

Os selos destacam algumas das diversas espécies de borboletas espalhadas pelo mundo.

Apatura ilia
Ras Al Khaimah Camboja
Selo Apatura ilia Selo Apatura ilia
Papilio Machaon
Ras Al Khaimah Afeganistão Camboja
Selo Papilio Machaon Selo Lagarta Papilio machaon Selo Borboleta Papilio Machaon
Vanessa Atalanta
Ras Al Khaimah Hungria
Vanessa Atalanta Selo Borboleta Vanessa atalanta
Outras espécies...
Aglais Urticae Vanessa gonerilla
Selo Aglais Urticae Selo Vanessa gonerilla
Evenus regalis Diaethria clymena Caligo eurilochus
Selo Evenus regalis Selo Diaethria clymena janeira Selo Caligo eurilochus
Cithaerias Aurora Pyrrhopyge ruficauda Pierriballia
Selo Cithaerias Aurora Selo Pyrrhopyge ruficauda Selo Pierriballia
Cacyreus dicksoni Phoebis Vanessa cardui
Selo Borboleta-amarela Selo Vanessa cardui Borboleta Cacyreus dicksoni
Nymphalis antiopa Purple-edged Copper Speyeria cybele
Selo Nymphalis antiopa Selo Purple-edged Copper Selo Borboleta Speyeria cybele

Bovinos


Búfalo Africano Búfalo Asiático
Selo Búfalo africano Selo Búfalo arnne
Bovino na Natureza
Selo Mejor Aprovechamiento de la naturaleza
Vaca leiteira Atividade leiteira
Selo Vaca leiteira Selo Atividade leiteira
Carreiro Pecuária
Selo Carreiro Selo Pecuária
1996 - Signo de Touro 1999 - Signo de Touro Ano do Boi
Selo Signo de Touro Selo Signo de Touro Selo Ano do Boi

Camelos e Dromedários

Camelos e dromedários são grandes mamíferos que vivem no deserto, suportam temperaturas extremas e podem ficar grandes períodos sem beber água.

Ajman Afeganistão República Saarauí
Selo Camelo Árabe Selo Camelo-bactriano Selo Dromedário

Canídeos

Os selos de diversos países exibem algumas das 34 espécies da família dos canídeos: cão, lobo, raposa, chacal, lobo-guará, coiote, mabeco. Existem várias diferenças entre os canídeos, como o porte, os hábitos alimentares, a organização social e o comportamento em relação ao homem.

Galgo
1972 - Hungria 1979 - Hungria
Selo Hungarian Greyhound Selo Pintura de János Vaszary
Pastor Alemão
Nicarágua Romênia Benin
Selo Forças Armadas da Nicarágua Selo Pastor Alemão Selo Pastor Alemão
Raposa do ártico
União Soviética Camboja
Selo da União Soviética, Raposa do Ártico Selo Raposa do Ártico
Raposa do deserto / Feneco
1992 - República Saarauí 1998 - República Saarauí Camboja
Selo Feneco, 1992 Selo Feneco, 1998 Selo Feneco ou Raposa do deserto
Raposa vermelha
Romênia Madagascar
Selo Raposa-vermelha Selo Raposa-vermelha
Outros canídeos...
Filhote de cachorro Lobo-ibérico
Selo Filhote de cachorro Selo Lobo-ibérico
Cachorro-vinagre Lobo-guará
Selo Cachorro-do-mato-vinagre Selo lobo-guará
Setter Inglês Chacal-listrado
Selo Setter Inglês Selo Chacal-listrado
English Springer Spaniel Beagle
Selo English Springer Spaniel Selo Beagle
Boxer Chow chow
Selo Boxer Selo Chow Chow
Rottweiler Teckel de pelo longo
Selo Rottweiler Selo Teckel de pelo longo
Coiote
Selo Coiote

Caprinos

Nesse grupo, subfamília dos bovídeos, estão os bodes domésticos e cabras, cabritos, ovelhas, carneiros, íbexes, entre outros. Em geral, eles apresentam uma constituição física robusta e uma alimentação adaptável, consumindo diversos tipos de vegetais presentes na natureza.
Gênero Ovis, Ovinos - ovelhas, carneiros, cordeiros, etc.
Ovelha Merino
Selo Ovelha Selo Merino
Ovelha doméstica Muflão
Selo Ovelha doméstica Selo Muflão
Ovelha da montanha Argali
Selo Ovelha da montanha Selo Argali
Gênero Capra - Cabra, bode, cabrito, etc.

Cabra doméstica Camurça
Selo Cabra doméstica Selo Camurça
2000 - Íbex 2006 - Íbex
Selo Íbex, Bulgária Selo Íbex, Suiça
Ammotragus lervia - Espécie entre carneiros e cabras.

Selo Carneiro da Barbária
Carneiro da Barbária
O selo impresso na República Árabe Saarauí Democrática ou Saara Ocidental destaca o carneiro da Barbária. Ele habita zonas montanhosas, terrenos acidentados e zonas semiderséticas. Possui coloração arruivada e obtém a água dos alimentos que consome e do orvalho.
Os textos do selo são Correos 1992, Sahara Occ. R.A.S.D., Arruit e Ammotragus lervia. Essa emissão é considerada cinderela, isto é, usada para fins de propaganda pelo governo e não tem valor legal.
10 ptas
Data: 1992

Cervídeos

Os cervídeos estão presentes em vários selos ao redor do mundo e cada espécie retratada tem a sua beleza destacada de forma única. Os animais caracterizam-se por chifres que se renovam anualmente e são divididos em ramificações. Exemplos: veados, renas, alces e corças.

Cabeça de Alce Sika
Selo Cabeça de Alce Selo Sika
Veado-vermelho Veado-campeiro
Selo Veado-vermelho Selo veado-campeiro
Filhote de cervo Salto da Rena
Selo Filhote de cervo Selo Salto da Rena, fundo roxo Selo Salto da Rena, fundo azul

Selo Pantanal Mato-grossense
Cervo-do-pantanal é a maior espécie de cervídeo da América Latina. Habita várzeas das planícies de inundação dos grandes rios e seus tributários. O exemplar ao lado retrata a espécie na paisagem exuberante do Pantanal Mato-grossense junto com as cegonhas brasileiras e as flores da árvore ipê-roxo.



Cetáceos

As baleias, botos e golfinhos são mamíferos exclusivamente aquáticos que pertencem à ordem dos cetáceos.

Selo Baleia franca austral
Baleia franca austral
O selo de 1987 da Série Preservação da Fauna Brasileira apresenta a Baleia franca austral de nome científico Eubalaena australis.
São considerados animais dóceis, lentos e que se aproximam muito da costa, fazendo dessa espécie alvo fácil dos caçadores.
RHM: C-1550

Selo Baleia-cinzenta
Baleia-cinzenta
A ilustração do selo da Tanzânia traz a baleia-cinzenta de nome científico Eschrichtius robustus ou Eschrichtius gibbosus.
A baleia-cinzenta é alvo da caça comercial e por isso é destaque na série sobre Animais em Extinção.
Data: 29.07.1994
Código: Mi TZ 1780

Cobras

As cobras e serpentes são muito importantes na natureza e também fazem parte de emissões filatélicas.

Píton Reticulada Python regius
Selo Píton Reticulada Selo Python regius
Víbora de Ursini Jamaican boa
Selo Víbora de Ursini Selo Jamaican boa

Selo Tarsila do Amaral
O Ovo ou Urutu
O selo reproduz a obra de arte O Ovo ou Urutu da pintora Tarsila do Amaral (1886-1973).
Na tela temos símbolos muito importantes da Antropofagia. A cobra grande é um bicho que assusta e tem um poder de "deglutição". A partir daí, o ovo é uma gênese, o nascimento de algo novo e esta era a proposta da Antropofagia.
Data: 22.09.1998
RHM: C-2164

Coelhos

O coelho tem cabeça ovalada, olhos grandes, orelhas longas e cauda bem curta. Existem diversas espécies e as cores são variadas.

Coelho-bravo Coelho cinza Coelho marrom
Selo Coelho-bravo Selo Ano Novo Chinês, Coelho Selo coelho

Crustáceos

Os crustáceos são encontrados tanto em ambiente terrestre quanto em ambiente aquático, marinho ou de água doce.

Caranguejo-chinês
Caranguejo da neve Menippe mercenaria
Selo Caranguejo-chinês Selo Caranguejo Selo Menippe mercenaria
Krill Antártico
É um crustáceo similar ao camarão que vive em grandes grupos e constitui um elemento importante na cadeia alimentar, pois é fonte de alimento de diversas espécies de animais.
Polônia Bulgária
Selo Krill antártico Selo Krill antártico, Bulgária
Crustáceos de água doces
Asellus aquaticus Astacus astacus
Selo Asellus aquaticus Selo Astacus astacus

Equídeos

Os diversos selos com zebras, asno, cavalos e cavaleiros, entre outros, estão organizados na página dos equídeos.
Selo Cavalo Árabe Branco Selo Zebras

Elefantes

Os elefantes são os maiores animais terrestres e vivem em manadas. Os selos abaixo exibem as duas espécies existentes.

Ajman Tanzânia
Selo Elefante africano Selo Elefante asiático
EUA Cuba
Selo Elefante de circo Selo Elefante asiático

Felinos

As diversas espécies de felinos são retratadas nos selos e destacam algumas características desses belos animais. Nas ilustrações é possível ver um pouco do habitat e do comportamento selvagem, como a facilidade para subir em árvores devido a espinha flexível.

Guepardos - tem um risco preto marcante que corre dos olhos para o canto da boca.
Namíbia Afeganistão
Selo Guepardo, Namíbia

Leopardos - são excelentes escaladores de árvores.
Leopardo Leopardo-das-neves
Selo Leopardo Selo Leopardo-das-neves
Filhote de Leopardo
Selo Filhote de Leopardo
Leopardo Leopardos e a caça
Selo Leopardo ou Pantera negra Selo Leopardos e a caça

Leões - o macho é conhecido pela sua juba.
Leões Leões e a caça
Selo Leões Selo Leões e a caça
2000 - Leão
Selo Leão
Onça-pintada - maior felino das américas.

Selo Onça-pintada
O selo do Brasil de 1973 destaca a Onça-pintada de nome científico Panthera onca.
O desenho de Gian Calvi retrata a beleza do maior felino da América do Sul, também conhecido como onça, jaguar, jaguaretê, entre outros. Além disso, está presente a floração da árvore ornamental Tulipeiro-da-África conhecida vulgarmente como espatódea (Spathodea campanulata).
O exemplar faz parte do conjunto de quatro selos da Série Fauna e Flora e foi impresso em papel fosforescente.
Cr$ 0,70
Data: 28.12.1973
RHM: BR C-826

Selo Onça pintada no pantanal
Animais como a onça pintada (Panthera onca), ariranha (Pteronura brasileira), lontra (Lutra platensis) e a ave da espécie colhereiro (Ajaia ajaja) compartilham a planície pantaneira.
O exemplar faz parte da Série Pantanal Mato-Grossense com três selos recriando a beleza da flora e fauna. O papel é couché, gomado, com a fosforescência impressa
RHM: C-1396

Tigres - garras fortes e dentes afiados.
Tigre Tigre-de-Bengala
Selo Tigre Selo Tigre-de-Bengala
Outros felinos...
Selo Gato-bravo
Gato-bravo
O selo da Hungria de 1979 traz o gato-bravo, também conhecido como gato-selvagem, gato-cabeçana e gato-montês de nome científico Felis silvestris.
É um felino de médio porte, o corpo tem listras laterais, a cabeça é arredondada e grande, focinho curto e geralmente possui olhos verdes. O selo tem o carimbo de 1991.
Código: Mi HU 3385A



Selo Filhote de gato
Filhote de gato
O filhote de gato é o destaque do selo da Austrália de 1991.
A arte de Betina Ogden exibe o gatinho dento da cesta junto ao novelo de lã na cor verde. Uma das linhas do novelo inclusive passa por cima da sua orelha mostrando a pequena travessura.
Os gatos são membros de um terço das famílias australianas e por isso foram representados no tema da série animais domésticos.
Data: 25.07.1991
Código: Mi AU 1258

Selo Gato Maine Coon
Gato Maine Coon
O selo da Tanzânia traz a imagem do gato Maine coon que tem como característica o tamanho grande, a robustez e o caráter dócil, brincalhão e amigável.
Esse felino se destaca principalmente por possuir uma cabeça quadrada, orelhas grande, um peito largo e uma cauda longa e fluida. A raça Maine Coon é originária dos Estados Unidos.
200 Shilingi
Data: 03.12.1992
Código: Mi TZ 1411
Denteação: 12 x 12½


Selo Caracal
Caracal
A ilustração do selo de Burkina Faso destaca o gato selvagem Caracal com a sua caça. O Caracal gosta de abater coelhos, lebres, pássaros e roedores para se alimentar. A pele deste felino pode ser mais escura ou mais clara conforme a área em que habita, pois ele é capaz de se camuflar com a cor da superfície em que vive. Independente da cor da pele, as orelhas são sempre pretas.
Código: Mi BF 1439


Selo  Gato-de-cabeça-chata
Gato-de-cabeça-chata
O selo de Camboja da série gatos selvagens exibe o gato-de-cabeça-chata de nome científico Prionailurus planiceps. Esse felino selvagem alimenta-se de peixes e anfíbios que captura nos pântanos do Sudeste Asiático.
Data: 08.02.1996
Código: Mi KH 1574

Selo Gato-leopardo
Gato-leopardo
O selo da Índia destaca o Gato-leopardo que também é conhecido como leopardo asiático de nome científico Prionailurus bengalensis.
O felino possui manchas semelhantes às do leopardo, porém ele não pertence ao mesmo gênero. Na margem inferior do selo o texto Leopard cat.
Data: 30.04.2000
Código: Mi IN 1759

Focas


Selo Visita do Presidente Collor à Antártica
Foca
A arte do selo retrata alguns animais que vivem na Antártida: o pinguim, a foca, o leão marinho e as aves. O tema do selo é a visita do Presidente Fernando Collor de Melo à Antártica que ocorreu em fevereiro de 1991 na Estação Antártica Brasileira Comandante Ferraz (EACF). O selo tem o carimbo de Porto Alegre.
Cr$ 300,00
Data: 20.02.1991
RHM: C-1725

Selo Foca-monge-do-caribe
Foca-monge-do-caribe
O selo da Tanzânia destaca o desenho da foca-monge-do-caribe, também conhecida como foca-monge-das-caraíbas. É considerada extinta desde 1996, vivia no mar do caribe e não houve tempo de estudar os seus hábitos.
O nome científico desse mamífero está na legenda: monachus tropicalis.
Data: 29.07.1994
Código: Mi TZ 1779

Formigas

A série Formigas do Brasil retrata quatro formigas.

Formiga Tecelã Formiga-de-estalo
Selo Formiga Tecelã Selo Formiga-de-estalo
Formiga Saúva-Limão Formiga Lava-pé
Selo Formiga Saúva-Limão Selo Formiga Lava-pé

Javali

Os javalis de nome científico Sus scrofa vivem em bandos, são robustos e possuem dois pares de presas. Quando filhotes apresentam listras amareladas que diminuem ao se tornarem adultos.

Filhotes de Javali Javali adulto
Selo Filhotes de Javali Selo Javali

Moluscos

Os moluscos são animais de corpo mole e vivem em ambientes aquáticos marinho ou de água doce e no meio terrestre úmido.

Selo Mactra sulcataria
Mactra sulcataria
O selo da Coreia do Norte de 1977 exibe o molusco bivalve marinho do gênero Mactra.
A ilustração destaca o molusco se locomovendo no fundo arenoso.
2 chon
Data: 05.09.1977
Código: Mi KP 1668
Denteação: 12

Selo Rapana venenosa
Rapana venosa
A ilustração do selo da Coreia do Norte exibe o molusco Rapana venosa.
Caracteriza-se por ter coloração externa cinza, castanho-alaranjado e raramente amarelo. A concha é pesada e em espiral irregular, o seu interior geralmente é laranja ou amarelo.
O desenho reproduz o gastrópode marinho no fundo arenoso convivendo com outras espécies e traz na lateral direita o texto Rapana thomasiana.
Data: 05.09.1977
Código: Mi KP 1671

Selo Arca inflata
Arca inflata
O molusco bivalve marinho do gênero Arca é o destaque do selo da Coreia do Norte de 1977.
A ilustração exibe o molusco Arca inflata se locomovendo no fundo arenoso.
10 chon
Data: 05.09.1977
Código: Mi KP 1670
Denteação: 12

Selo Corculum cardissa
Corculum cardissa
O molusco marinho Corculum cardissa é o destaque do selo da Tanzânia.
A arte ilustra a concha que tem formato de coração e a cor castanho.
Na margem lateral do selo o texto Corculum cardissa Linne e na margem inferior Seashells.
35 Shilingi
Data: 30.06.1992
Código: Mi TZ 1251
Denteação: 12 x 12½

Selo Murex ramosus
Murex ramosus
O selo da Tanzânia exibe o animal marinho Murex ramosus. O Murex é um molusco carnívoro e a concha tem entre 20 e 30 centímetros de comprimento. A concha é usada na decoração de ambientes.
Na margem lateral do selo o texto Murex ramosus Linne e na margem inferior Seashells.
50 Shilingi
Data: 30.06.1992
Código: Mi TZ 1252
Denteação: 12 x 12½

Selo Conus
Conus
A ilustração do selo de São Tomé e Príncipe destaca o molusco Conus.
Esses caramujos vivem nos mares tropicais, possuem várias espécies e uma centena delas é venenosa.
Db 1000
Data: 10.01.1996
Código: Mi ST 1660

Selo Polvo
Polvo
O selo da Tanzânia destaca o polvo que tem como comportamento se arrastar no fundo do mar enquanto que a lula prefere nadar perto da superfície.
O polvo é um animal solitário com capacidade de mudar de cor para se camuflar quando está a perigo.
Na margem inferior do selo o texto octopus.
Código: Mi TZ 2036

Série Preservação da Fauna Brasileira - 1989
Três espécies de moluscos marinhos existentes no litoral brasileiro.

Selo Molusco Voluta ebraea
Molusco Voluta ebraea
Caracteriza-se pela concha sólida, esbranquiçada ou alaranjada. Também apresenta ornamentação marrom que lembra a escrita hebraica. A espécie vive sobre areia grosseira entre rochas e corais.
RHM: C-1645



Selo Molusco Morum matthewsi
Molusco da espécie Morum matthewsi
Caracteriza-se pela concha subcilíndrica de coloração rosada com manchas irregulares na cor marrom-avermelhada nas últimas voltas.
A espécie foi desenhada da forma mais fiel possível, mantendo as características e realçando a beleza.
RHM: C-1646

Selo molusco Agaronia travassosi
Molusco da espécie Agaronia travassosi
O desenho de Álvaro A. Martins com técnica a guache e fundo em dégradé reproduz o molusco de concha fusiforme ligeiramente ovalada e lisa
A coloração é escura no ápice e cinzenta na volta do corpo, também apresenta uma faixa marrom escura característica.
RHM: C-1647

Peixes

Diversas espécies de peixes são retratadas nos selos postais.
Betta - é um gênero de peixes pequenos e coloridos.
1998 - Guiné 1999 - Benin
Selo de Guiné - Betta splendens Selo de Benin - Betta splendens Betta splendens
1997 - Camboja 1999 - Camboja
Selo Betta imbellis Selo Betta imbellis Betta imbellis
Tubarão - é um peixe predador da classe dos Chondrichthyes. Tem corpo alongado e esqueleto cartilaginoso que é mais leve e flexível que o ósseo.

Tubarão-serra Tubarão-de-pontas-brancas-de-recife Tubarão-duende
Selo Tubarão Selo Triaenodon obesus Selo Tubarão-duende

Série Peixes Brasileiros de Água Doce - 1976
A série exibe seis espécies de peixes brasileiros de água doce com um fundo único, panarômico, representando duas de nossas plantas aquáticas Myriophyllum brasiliense e a espécie Echinodorus. A arte de Raul Pereira reproduz fielmente as cores e as características de cada espécie. O papel é fosforescente gomado. Valor: Cr$ 1,00, Data: 12.07.1976, Denteação: 11½ x 11, Tiragem: 2.000.000

Selo Peixe Néon Selo Peixe Piratantã Peixe Néon

Peixe Piratantã
Selo Jaraqui Selo Peixe Jacundá Peixe Jaraqui

Peixe Jacundá
Selo Peixe-palmito Selo Peixe sarro Peixe sarro

Peixe-palmito

Série Peixes Brasileiros de Água Doce - 1988
Série para divulgar a piscicultura e Aquariofilia com desenho de Carlos Horcades.
O papel é Couché, gomado com a fosforescência impressa nas margens.
Cz$ 55,00, Data: 29.11.1988, Denteação: 11½ x 12, Tiragem: 2.100.000

Peixe Borboleta Peixe Aruanã
Selo Peixe Borboleta Selo peixe Aruanã Ficam bem próximos da superfície.
Peixe Neon verde Peixe Cynolebias
Selo Peixe Neon verde Selo Cynolebias Costumam ficar nas águas centrais.
Peixe cascudo Peixe limpa-fundo
Selo peixe cascudo Selo Peixe limpa-fundo Perto do fundo arenoso ou lamacento.

Proteção do Meio Ambiente - Peixes em águas poluídas
Proteger as águas e defender a vida.
Alemanha Brasil Hungria
Selo Umweltschutz Selo Proteção do Meio Ambiente, água Selo Poluição do Oceano

Outros peixes...

Selo Peixe baiacu
Peixe baiacu
A espécie de peixe Sphoeroides porphyreus é o destaque do selo da Coreia do Norte de 1977.
Ele é conhecido popularmente como baiacu, nome dado a diversas espécies de peixes que são capazes de inflar o corpo, como se fosse uma bola de borracha ou uma bexiga, quando se sentem ameaçados.
50 chon
Data: 05.09.1977
Código: Mi KP 1672
Denteação: 12

Selo Peixe Sarda
Peixe Sarda
O peixe Sarda de nome científico Scomber scombrus é o destaque do selo da Romênia de 1992. Caracteriza-se pela cor prata nos flancos e no ventre. Já o dorso é azul-esverdeado com listas escuras transversais.
É uma espécie com grande importância comercial e pode atingir atingir mais de 50 cm de comprimento.
Data: 28.02.1992

Selo Símbolos da sorte
Peixes-voadores
O selo referente ao 500º aniversário da descoberta da América mostra alguns símbolos da sorte: o pássaro que em muitas culturas são considerados mensageiros entre o céu e a terra, os peixes-voadores para expulsar espíritos malignos e a estrela cadente que pode significar bons presságios.
Data: 30.09.1992
Código: Mi TZ 1298
Denteação: 12 x 12¼


Selo Peixe ornamental Aphyosemion bivittatum
Peixe ornamental Aphyosemion bivittatum
O selo da Bulgária destaca a imagem da espécie de peixe ornamental Aphyosemion bivittatum. Os machos possuem as nadadeiras mais desenvolvidas e coloridas destacando-se no aquário.
Data: 29.06.1993
Código: Mi BG 4051

Selo Peixe-anjo-imperador
Peixe-anjo-imperador
O selo de Madagascar destaca o peixe-anjo-imperador adulto, pois tem como característica as listas azuis claras e amarelas.Na natureza eles se alimentam principalmente de esponjas, algas e pequenos seres.
Na lateral direita do selo o nome científico Pomacanthus imperator.
Data: 27.05.1994
Código: Mi MG 1717

Selo Peixe gato invertido
Peixe gato invertido
O peixe gato invertido de nome científico Synodontis nigriventris é o destaque do selo de Madagascar.
Caracteriza-se por ter olhos grandes, uma grande nadadeira dorsal e três pares de barbilhões. O peixe gato invertido é adaptado para passar a maior parte do seu tempo de cabeça para baixo.
Tem comportamento pacífico, é sociável e possui hábitos noturnos, portanto durante o dia fica escondido em tocas repousando.

Selo Beluga
Beluga
O beluga ou esturjão europeu de nome científico Huso huso é apresentado no selo da Romênia de 1994.
Os esturjões estão entre os maiores peixes de água doce do mundo e também estão entre os peixes de vida mais longa.
A ilustração exibe tanto a cabeça do esturjão quanto o corpo inteiro e ao lado traz o mapa da Reserva da Biosfera do Delta do Danúbio com o texto Rezervatia Biosferei Delta Dunării.

Selo Peixe Leão-zebra
Peixe Leão-zebra
O selo da Tanzânia destaca a beleza exuberante do peixe leão-zebra que possui espinhos venenosos nas barbatanas. Na margem inferior do selo o texto Zebra fish.
Data: 15.06.1995
Código: Mi TZ 2037

Selo Peixe-gelo
Peixe-gelo
O selo da Bulgária destaca a imagem do peixe-gelo de nome científico Chaenocephalus. Essa espécie vive nas águas geladas da Antártida e tem como característica não possuir hemoglobina. Abaixo da imagem estão as legendas: Chaenocephalus, ледена риба, АнтарктикА (Antarctica).
Código: Mi BG 4158

Selo Atum Thunnus thynnus
Atum Thunnus thynnus
A ilustração do selo destaca o Atum Thunnus thynnus também conhecido como Atum-rabilho.
40 chon
Data: 20.10.1995
Código: Mi: KP 3765
Denteação: 13½

Selo Pennant Coralfish
Pennant Coralfish
A arte do selo exibe o peixe tropical Pennant Coralfish ou peixe borboleta. 50 chon
Data: 1995
Código: Mi: KP 3766
Denteação: 13½

Selo Peixe-agulha
Peixe-agulha
A arte do selo retrata o fundo do mar destacando o peixe-agulha Tylosurus melanotus da família Belonidae.
É um peixe fino e com mandíbulas alongadas que lembram o formato de uma agulha.
Data: 20.10.1995


Selo Peixe-anjo
Peixe-anjo
O selo de Benim de 1996 exibe o peixe marinho da família Pomacanthidae conhecido como peixe-anjo.
A espécie ilustrada é jovem, pois a coloração é negra com quatro faixas amarelas. Essas características mudam quando ele se torna adulto.
Os textos no selo são Republique Du Benin, Postes 1996 e Pomacanthidae.
Código: Mi BJ 897


Selo peixe marinho
Acanthuridae
O peixe marinho da família Acanthuridae ou família dos cirurgiões é o destaque do selo de Benim de 1996.
A espécie caracteriza-se por ter corpo oval e achatado, olhos pequenos situados na elevação na cabeça e boca pequena. É um peixe de comportamento diurno e procura abrigo entre os corais durante a noite.
Os textos no selo são Republique Du Benin, Postes 1996 e Acanthuridae.
Código: Mi BJ 898

Selo Carangidae
Carangidae
O peixe marinho tropical da família Carangidae é apresentado no selo de Benim de 1996.
espécie oceânica ilustrada caracteriza-se pelo ventre amarelado e pelas listras verticais distribuídas pelo corpo.
Os textos no selo são Republique Du Benin, Postes 1996 e Carangidae.
Data: 04.12.1996
Código: Mi BJ 899

Selo Peixe borboleta
Peixe borboleta
O selo de Benim de 1996 apresenta o peixe borboleta da família Chaetodontidae.
A espécie vive em grandes cardumes na natureza e habita os recifes de coral.
Os textos no selo são Republique Du Benin, Postes 1996 e Chaetodontidae.
Data: 04.12.1996
Código: Mi BJ 900

Selo Peixe borboleta com listras diagonais
Peixe borboleta com listras
O peixe borboleta da família Chaetodontidae é o destaque do selo de Benim de 1996.
Essa família é muito numerosa e a espécie representada caracteriza-se pela cor amarela com faixas diagonais, a larga marca preta passando sobre os olhos e outra marca branca sobre a preta.
Os textos no selo são Republique Du Benin, Postes 1996 e Chaetodontidae.
Código: Mi BJ 901

Selo Killi Cauda de Lira
Killi Cauda de Lira
O selo de Guiné destaca o peixe de água doce Killi Cauda de Lira cujo nome científico é Aphyosemion australe. Machos são maiores e apresentam cores mais vibrantes do que as fêmeas. Na margem superior do selo o texto Aphyosemion australe.
Código: Mi GN 1891

Selo Peixe Golfinho do Malawi
Peixe Golfinho do Malawi
O selo do Afeganistão exibe o peixe Golfinho do Malawi que também é conhecido como Hump-head e Malawi Blue Dolphin. É uma espécie territorialista e agressiva, o macho é mais colorido e a fêmea mais pálida. Os textos no selo são Haplochromis moorii e Afghan Post 1998.
Código: MI AF 1806

Selo Peixe Pseudotropheus tropheops
Peixe Pseudotropheus tropheops
O selo do Afeganistão exibe o peixe de água doce da espécie pseudotropheus tropheops. É uma espécie agressiva e endêmica do Malawi.
Código: MI AF 1808


Selo Peixe-dourado
Peixe-dourado
O selo traz o peixe-dourado de nome científico Carassius auratus auratus. Essa espécie é uma versão domesticada da carpa selvagem que vive nos rios da Ásia.
Na margem inferior do selo o texto Carassius auratus auratus.
Código: Mi TG 2967

Selo Peixe faca
Peixe faca
O peixe faca de nome científico Notopterus chitala é o destaque do selo de Benim de 1999. Ele também é conhecido como peixe faca palhaço.
Caracteriza-se por ter o corpo lateralmente na forma de uma faca comprida prateada. Quando adulto normalmente tem de cinco a dez (ou mais) manchas oceladas, além da presença de uma ou mais linhas de grandes manchas oceladas acima da base da nadadeira anal.
É um peixe de atividade noturna, territorialista e com crescimento muito rápido.

Selo Pristolepis fasciatus
Pristolepis fasciatus
O selo de Benim exibe o peixe Pristolepis fasciata.
Caracteriza-se por ter uma cabeça grande, boca muito pequena e corpo na cor castanho claro sobre uma base cinza.
Os textos no selo são Republique Du Benin, Postes 1999 e Pristolepis fasciatus.
Código: Mi BJ 1167

Quelônios

As tartarugas, cágados e jabutis são os representantes da ordem Testudinata, mas conhecida como quelônios. São répteis dotados de carapaça coberta por placas de queratina que têm a função de envolvê-los e protegê-los contra predadores.

Cágado-de-carapaça-estriada Tartaruga-de-pente
Selo Cágado-de-carapaça-estriada Selo Tartaruga-de-pente
Malaclemys terrapin Podocnemis expansa
Selo Malaclemys terrapin Selo Tartaruga-da-Amazônia

Rinocerontes


Selo Rinoceronte
O selo postal de Ajman destaca o Rinoceronte no seu habitat natural. O rinoceronte geralmente vive isolado e costuma habitar campos, áreas com pequenos arbustos e pântanos.
1 Ryal
Data: 15.02.1969
Código: Mi AJ 415
Denteação: 12¾
Série dedicada aos Animais

Selo Rinoceronte
O selo de 1995 da Coreia do Norte traz o rinoceronte na ilustração.
3 won
Data: 05.12.1995
Código: Mi KP 3783
Denteação: 13½

Primatas


Sauim-de-coleira Mico-leão-dourado
Selo Sauim-de-coleira Selo Mico-leão-dourado
Macaco-diana Macaca fascicularis
Selo Macaco-diana Selo Macaca fascicularis
Chimpanzé Moustached Guenon
Selo Macacos


Outros Animais...


Selo Generuk
Generuk
O selo de 1958 da Somalilândia Francesa (Ex-Colônia Francesa) traz a Gazela-girafa ou Generuk de nome científico Litocranius walleri. A ilustração retrata o generuk usando as patas traseiras para alcançar, com sua língua comprida, as folhas mais altas. O antílope vive em áreas desérticas na África oriental e consegue extrair os líquidos que precisa das folhas que come. Ele tem pernas compridas e delgadas, focinho alongado e pescoço comprido como o da girafa. No selo os textos Côte Française des Somalis e Gazelle-Chameau.
0,50
Data: 07.07.1958
Código: Mi FR-SO 316

Selo Kobus defassa
Kobus defassa
O selo do Reino de Burundi mostra o animal Kobus defassa que é considerado uma espécie de antílope.
O Kobus pode ser encontrado na África e habita as savanas e cerrados ao longo de rios, vales e água.
Os textos do selo são poste aerienne, Kobus defassa, Royaume du Burundi.
15 F
Data: 02.07.1964
Código: BI 106A

Selo Ariranha
O selo da Série Preservação da Fauna e da Flora de 1975 apresenta a ariranha de nome científico Pteronura brasiliensis.
É um animal grande, de hábitos diurnos e sociável. Vive em margens e cursos d'água doce, tais como: rios, lagos, lagoas, florestas inundadas, entre outros.
A ilustração postal é de Álvaro Martins e o papel fosforescente.
Cr$ 1,00
Data: 17.06.1975
RHM: C-893
Denteação: 11½
Tiragem: 1.500.000

Selo Peixe-boi
O peixe-boi da Amazônia de nome científico Trichechus inunguis é apresentado no selo de 1979.
É um mamífero aquático herbívoro, de água doce, com coloração negra e cauda em forma de pá. Alimenta-se de plantas aquáticas e semi-aquáticas e vive em quase toda a bacia amazônica.
O exemplar faz parte do conjunto de três selos da Série Proteção à Natureza - Parque Nacional da Amazônia e traz na lateral esquerda a legenda XVIII Congresso Postal Universal.
A arte é de Álvaro A. Martins e o papel couché, fosforescente gomado.
Cr$ 12,00
Data: 05.06.1979
RHM: C-1092

Selo Abelha Bombus hortorum
Abelha Bombus hortorum
O selo da Hungria de 1980 exibe a abelha do gênero Bombus hortorum. A polinização retratada ocorre na flor da planta Gaillardia aristata. Essa flor híbrida é da mesma família das margaridas e girassóis. O selo faz parte da série insetos polinizadores de flores.
60f
Data: 25.01.1980
Código: Mi HU 3406A

Selo Lobo da Tasmânia
O selo da Austrália de 1981 apresenta o Lobo ou Tigre da Tasmânia de nome científico Thylacinus cynocephalus.
O marsupial carnívoro tinha dois metros de comprimento, focinho afilado, cor marrom e pelo curto.
A série destacou seis animais extintos ou ameaçados de extinção.
A legenda é Thylacine (Tasmanian Tiger) Endangered Species.
24 cents
Data: 12.1981
Código: Mi AU 755II

Selo Os Músicos de Bremen
Burro, cão, gato e galo
O selo alemão de 1982 mostra a ilustração Silhouette de Dora Polster do conto de fadas "Os Músicos de Bremen". O conto é sobre a história de um burro, um cão, um gato e um galo. Os quatro animais estão representados na arte do selo de Elisabeth von Janota-Bzowski. Na margem direita o texto Bremer Stadtmusikanten.
40 Pfennige
Data: 13.01.1982
Código: Mi DE 1120
Tiragem: 31.300.000


Selo Sericultura
Bicho-da-seda
O selo brasileiro da série recursos econômicos nacionais mostra a sericultura com as imagens do bicho-da-seda e do casulo formado. A cor do selo é verde negro.
Cr$ 30,00
Data: 18.11.1982
RHM: 613

Selo Pantanal e o jacaré
O Jacaré (Caiman crocodilus yacare), dois cardeais da espécie cardeal-do-nordeste (Paroaria dominicana) e a ave-símbolo do Pantanal Tuiuiú compartilham a natureza do Pantanal Mato-grossense.
O exemplar faz parte da Série Pantanal Mato-Grossense composta por três selos que recriam a beleza da flora e fauna.
RHM: C-1397

Selo Calopteryx splendens
Calopteryx splendens
A donzelinha da espécie Calopteryx splendens é o destaque do selo da Polônia de 1988. Ela também é conhecida como Donzelinha listrada. Nessa espécie as cores do macho e da fêmea são diferentes. O macho tem o corpo azul metálico muito intenso, enquanto que a fêmea é verde metálico, mudando para bronze conforme a idade.
Data: 23.02.1988
Código: Mi PL 3135

Selo Libellula quadrimaculata
Libellula quadrimaculata
O selo da Polônia de 1988 exibe a Libellula quadrimaculata.
A libélula tem como característica as manchas negras nos nódulos das quatro asas e o abdômen com alguns segmentos negros e outros delimitados lateralmente por manchas amarelas.
Na margem esquerda do selo o texto Wazka czteroplama.
Data: 23.02.1988
Código: Mi PL 3136

Selo Tamanduá-bandeira
Tamanduá-bandeira
O selo de 1988 da Série Preservação da Fauna Brasileira apresenta o Tamanduá-bandeira de nome científico Myrmecophaga tridactyla.
Possui pelagem cinza acastanhada, com tons brancos e pretos, o focinho é alongado e fino, os dentes são ausentes e a cauda lembra uma bandeira.
RHM: C-1591

Selo Ouriço-preto
Ouriço-preto
O selo do Brasil de 1988 traz o Ouriço-preto de nome científico Chaetomys subspinosus.
Esse roedor tem hábitos noturnos e vive solitário pelas árvores e matas. No período de reprodução procura uma fêmea para o acasalamento.
A alimentação é composta de folhas e frutos, como o cacau, e não bebe água. O suprimento líquido é adquirido dos alimentos, por exemplo, no consumo de folhas jovens.
RHM: C-1592

Selo Dinossauro Saurópode
Dinossauro Saurópode
O selo destaca os Dinossauros Saurópodes que possuem pescoço comprido, são herbívoros e eram comuns durante o período Jurássico. O selo da Série Museus Brasileiros foi lançado em homenagem ao Museu Nacional UFRJ.
Data: 06.06.1991
RHM: C-1740

Selo Órix Cimitarra
Órix Cimitarra
O antílope Órix Cimitarra de nome científico Oryx dammah é o destaque da República Saarauí. Esse animal possui longos chifres curvados para trás e vive em manadas.
É um herbívoro adaptado as areais do deserto com cascos grandes e largos que impedem que se enterrem nas areias mesmo sendo um animal pesado.
Este selo é considerado cinderela, pois não tem valor legal.
10 Ptas
Data: 1992

O selo de 1993 de Camboja exibe o castor da espécie Castor fiber. O castor europeu vive em regiões onde existem muitas árvores e próximos de lagos e rios de água doce. O selo traz impresso os textos Postes 1993, Etat du Cambodge, Castor fiber linnaeus e Faune et Technique.
250R
Data: 05.02.1993
Código: Mi KH 1337

Selo Martes martes
Martes martes
A ilustração do selo da Romênia apresenta o mamífero carnívoro Martes martes. É um mamífero de tamanho médio com pelagem castanha e com mancha amarela ou alaranjada na zona da garganta.
10 Leu
Data: 30.06.1993
Código: Mi RO 4901x
Denteação: 13¼


Selo Esquilo-vermelho
Esquilo-vermelho
A ilustração do selo da Romênia apresenta o esquilo-vermelho de nome científico Sciurus vulgaris. É um mamífero de pequeno porte, com diferentes cores de pelagens (vermelho, castanho, cinza, etc.) e com ventre na cor mais clara ou branco. Ele tem hábito diurno e fica a maior parte do tempo nas árvores e nos arbustos.
20 Leu
Data: 30.06.1993
Código: Mi RO 4903x
Denteação: 13¼


Selo Gineta
Gineta
O selo da Romênia exibe o mamífero carnívoro Gineta de nome científico Genetta genetta. É um carnívoro de médio porte, solitário, territorial e tem pelagem amarela-acizentada com manchas pretas. Ele também é conhecido como geneta, gato-gineto, gato-toirão e gato-bravio.
75 Leu
Data: 30.06.1993
Código: Mi RO 4907x
Denteação: 13¼


Selo Leirão
Leirão
O selo de 1993 da Romênia mostra o Leirão ou Leirão-dos-pomares de nome científico Eliomys quercinus. É um roedor arborícola com olhos e orelhas grandes e apresenta uma máscara negra desde a parte inferior da orelha até os olhos. Ele tem uma cauda longa quase do tamanho do corpo.
105 Leu
Data: 30.06.1993
Código: Mi RO 4908x
Denteação: 13¼

Selo Arminho
O selo da Romênia de 1993 exibe o carnívoro mustelídeo de pequeno porte Arminho de nome científico Mustela erminea. Como todo mustelídeo o Arminho tem pernas curtas e corpo alongado. Outra característica da espécie é a ponta da cauda sempre de cor negra. Na ilustração ele está com a sua presa, que geralmente são pequenos roedores, insetos, anfíbios, pequenas aves, etc.
Data: 30.06.1993
Código: Mi RO 4909x

Selo Sacarrabos
O selo da Romênia expõe o Sacarrabos cujo nome científico é Herpestes ichneumon.
Esse animal de hábitos diurnos possui o porte médio, corpo alongado castanho-acinzentado e uma longa cauda.
O Sacarrabos é conhecido pela sua capacidade de capturar cobras, inclusive as espécies venenosas, devido aos reflexos rápidos. Essa característica foi retratada no selo.
Data: 30.06.1993
Código: Mi RO 4910x

Selo Chamaeleo jacksonii
O selo da Tanzânia exibe o réptil Chamaeleo jacksonii, também conhecido como camaleão-de-jackson ou camaleão-de-três-chifres.
Os machos possuem três chifres na cabeça, enquanto as fêmeas não têm chifres ou não são destacados. Os camaleões podem trocar de cor, têm a língua rápida, longa e pegajosa usada para capturar os alimentos como insetos e aranhas.
Data: 28.06.1993
Código: Mi TZ 1507

Selo Sanguessuga Haemopis Caeca
Sanguessuga Haemopis Caeca
O selo exibe a nova espécie de sanguessuga troglóbia Haemopis Caeca.
Essa espécie foi descoberta no ecossistema de água subterrânea da caverna de Movile na Romênia.
85 Leu
Data: 27.12.1993
Código: Mi RO 4944
Denteação: 13¼

Selo Uintatério
Uintatério
O selo postal de Madagascar mostra a espécie de mamífero pré-histórico Uintatério cujo nome científico é Uintatherium.Os textos do selo são Repoblika Madagasikara, Animaux Prehistoriques, Uintatherium.
1800 Fmg
Data: 27.07.1994
Código: Mi MG 1681

Selo Marta
Marta
O selo de Madagascar destaca o mamífero carnívoro Marta (Martes sp.) no galho de uma árvore. A Marta vive em florestas, zonas arborizadas e rochosas de difícil acesso.
6 Ariary
Data: 10.09.1994
Código: Mi MG 1702
Denteação: 12

Selo Morcego-Orelhudo-Castanho
Morcego-Orelhudo-Castanho
O selo de 1995 da Tanzânia exibe o Morcego-Orelhudo-Castanho de nome científico Plecotus auritus.
Tem como característica as orelhas muito compridas, pontudas e unidas na base, quase do tamanho do próprio corpo.
260 Shilingi
Data: 31.07.1995
Código: Mi TZ 2091
Denteação: 12 x 12¼


Selo Anta-malaia
O selo de Camboja de 1996 ilustra a anta-da-malásia ou anta-malaia de nome científico Tapirus indicus.
É um mamífero facilmente identificado pelas marcas claras e pela narina longa e flexível, que lembra uma pequena tromba. Esse animal está ameçado de exitinção devido a perda do habitat disponível e a caça.
Os textos do selo são: Royaume du Cambodge, Animaux sauvages e Postes 1996. O selo tem o carimbo de 10-96.
៛300
Data: 03.10.1996
Código: Mi KH 1640

Selo Jerboa egípcio
Jerboa egípcio
O Jerboa egípcio de nome científico Jaculus jaculus é o destaque deste selo da República Saarauí. Os jerboas egípcios possuem orelhas longas, rabo comprido com tufo de pelos que funciona como um leme e pernas traseiras alongadas. Movimenta-se com muita agilidade e salta como um canguru.
Vivem em buracos e só saem da toca à noite evitando o calor do dia. Para suprir a necessidade de água se alimentam principalmente de sementes, algumas raízes e pequenos insetos.
29 Ptas
Data: 1998

Selo Jerboa marsupial
O selo de 1998 da República Saarauí exibe o Jerboa marsupial de nome científico Antechinomys laniger. Os jerboas marsupiais possuem orelhas salientes, pernas traseiras alongadas e membros superiores curtinhos que ficam escondidos em meio à pelagem do animal.
Se locomovem saltando e assim evitam o contato prolongado com as areias quentes do deserto e das regiões áridas onde vivem. São animais mais ativos à noite. Comem principalmente sementes e pequenos insetos, de onde tiram toda a água de que precisam, e por isso não bebem nenhum líquido.
136 Ptas
Data: 1998

Selo Phacochoerus aethiopicus
O selo de Benim exibe o Javali-africano de nome científico Phacochoerus aethiopicus.
Os javalis-africanos têm a cabeça grande com verrugas, costumam manter a cauda elevada e ereta e possuem um ou dois pares de presas. Na margem superior do selo os textos Republique Du Benin e Postes 1999.
135f
Data: 10.03.1999
Código: Mi BJ 1135

Selo Litoria splendida
Litoria splendida
A espécie de de nome científico Litoria splendida é o destaque do selo Australiano.
É um anfíbio nativo da Austrália de coloração verde com pequenas manchas amarelas. Adora ambientes úmidos e tem comportamento noturno quando ocorre a caça e a reprodução.
Na lateral esquerda o texto Magnificent Tree Frog.
45 cents
Data: 01.10.1999
Código: Mi AU 1858
Denteação: 14½ x 14


Selo Lontra
A lontra de nome científico Lutra lutra é o destaque do selo de Camboja de 1999.
Caracteriza-se pelo corpo alongado e esguio, castanho no dorso e mais claro no ventre, e uma cauda curta que afunila na ponta. As orelhas e os olhos são pequenos e o focinho é largo e arredondado.
1500
Data: 20.11.1999
Código: Mi KH 2009

Selo Sistema de Vigilância da Amazônia (SIVAM)
O projeto de Sistema de Vigilância da Amazônia (SIVAM) é representado por vários elementos neste selo. Em primeiro plano, uma criança indígena abraçada a um macaco evoca o sentimento de proteção mútua. A onça simboliza a natureza bruta e selvagem; as araras, a beleza e a exuberância. O rio e a floresta, como fonte de vida, são o pano de fundo desta composição.
Um caça e um radar simbolizam a vigilância da Amazônia. A logomarca do Projeto Sivam foi inserida no canto inferior direito.
RHM: C-2474

Selo Ouriço-do-mar-verde
O selo da Noruega de 2006 destaca a foto do Ouriço-do-mar-verde de nome científico Strongylocentrotus droebachiensis. O ouriço-verde também é denominado como Drøbak-kråkebolle e pode ser visto no Áquario Drobak, na Noruega.
Os textos do selo são Norge e Kråkebolle | S. droebachiensis.
B
Data: 15.09.2006
Código:Mi NO 1589