Selos postais com o tema Aves - Acervo de Selos

Selos postais com o tema Aves

A página exibe selos postais de diferentes países com o tema Aves.
Os itens estão organizados por série, data ou tópicos, por exemplo, Águias, Beija-flores, Canários, Corujas, etc.

Proteção do Meio Ambiente

As séries com o tema Proteção Ambiental visam alertar para os graves problemas ambientais existentes em nosso planeta e destacam o sofrimento das aves.
Brasil União Soviética
Proteção do Meio Ambiente - Ar Selo Gaivota-de-cabeça-preta

Águias

Existem várias espécies de águias com características de voo e comportamentos diferentes. Os selos mostram algumas espécies de águias dos gêneros Aquila e Haliaeetus.
Aquila
FR - Águia-real JP - Águia-real
Selo Águia-real, França Selo Águia-real, Japão
RO - Águia-real TZ - Águia
Selo Águia-real, Romênia Selo Águia, Tanzânia
Haliaeetus
Águia e o escudo RO - Águia Americana
Selo de 1991 Águia e o escudo Selo Águia americana
USA - Águia Americana Haliaeetus leucocephalus
Selo de 2012 Águia Americana, na cor amarela Selo de 2012 Águia Americana, cor verde
Águia-pescadora-africana Águia-de-barriga-branca
Selo Águia-pescadora-africana Selo Águia-marinha-de-barriga-branca

Beija-flores


Os beija-flores ou colibris são de pequeno tamanho e normalmente com plumagem colorida. A velocidade de batimento das suas asas fortes faz com que eles fiquem suspensos no ar o tempo que desejarem, assim como podem voar para todos os lados e para trás. A beleza dessas aves já foi retratada em alguns selos.

Chifre de Ouro Topetinho-Vermelho
Selo Chifre de ouro Selo Topetinho-vermelho
Beija-flor vermelho Limpa-casa
Selo Beija-flor vermelho Selo Limpa-casa
Beija-flor-rubi Trochilidae
Selo Beija-flor-rubi e as flores do ipê Selo Beija-flores

Canários

Os canários domésticos tem o canário selvagem como antepassado e as cores atuais são derivadas de vários cruzamentos entre eles e outras espécies. Existem diversas variações de cores e os machos do canário-da-terra têm cor predominante amarela, principalmente na cabeça com tons avermelhados, e as fêmeas não mudam muito, ficam com um tom cinzento amarelado. Já os filhotes são da cor cinzenta, independente do sexo.

1978 - Brasil 1995 - Brasil
Selo Canário da Terra Selo Casal de canário-da-Terra
Benim Tanzânia
Selo Canário-da-terra Selo Canário Selvagem

Corujas


Os selos mostram algumas das diversas espécies de corujas espalhadas pelo mundo. Essas aves são caçadoras por excelência, usam a visão, audição e plumagem. A plumagem da coruja amortece o ruído do bater das asas e possibilita um voo silencioso.

Coruja-das-torres Bufo-real
Selo Coruja-das-torres Selo Bufo-real
Bufo-pequeno
Selo Bufo-pequeno
Coruja-pintada Coruja-das-neves
Selo Coruja-pintada Selo Coruja Hedwig

Dom-fafe


O Dom-fafe de nome científico Pyrrhula pyrrhula é uma ave pequena, robusta e calma. O macho tem o peito na cor avermelhado enquanto que o da fêmea é em tons de cinza.

1990 - Hungria 1993 - Romênia
Selo Pyrrhula pyrrhula - Hungria Selo Pyrrhula pyrrhula - Romênia

Escrevedeiras

São várias as espécies de Escrevedeiras membros da família Emberizidae, veja dois exemplares desse pássaro.

Emberiza schoeniclus Emberiza citrinella
Selo Emberiza schoeniclus Selo Escrevedeira-amarela

Faisão-comum

Os selos exibem a ave ornamental Faisão-comum de nome científico Phasianus colchicus. O macho do faisão-comum tem a cabeça verde, face vermelha, colar branco, dorso castanho com reflexos dourados e uma longa cauda. Já a fêmea é toda castanha e também possui a cauda longa.

1986 - Laos
Selo Faisão-comum
1998 - USA
Selo Faisão comum, lado direito sem perfuraçãoSelo Faisão comum, lado esquerdo sem perfuração

Família Anatidae

Cisnes, Gansos, Patos e Marrecos são espécies que têm a capacidade de flutuar sobre a água e a habilidade para nadar, apesar dos gansos preferirem ficar em terra firme. Essas aves são classificadas como membros da família Anatidae e se diferenciam quanto aos gêneros. Veja algumas espécies reproduzidas em selos postais.

Pato-real Pato-carolino
Selo Pato-real Selo Pato-carolino
Pato Êider-de-steller Ganso-bravo
Selo Pato Êider-de-steller Selo  Ganso-bravo

Selo Ganso do Canadá
Ganso do Canadá
O selo de Burkina Faso traz a ave Ganso do Canadá de nome científico é Branta canadensis. A ave tem plumagem castanha, pescoço preto e uma enorme faixa branca na face. O mapa ao lado destaca as regiões onde essa ave pode ser localizada (Canadá e Estados Unidos). Na margem esquerda os textos Burkina Faso e oiseaux en voie de disparition.
Data: 25.06.1996

Marrequinha-comum Marreca-piadeira
Selo Marrequinha-comum Selo Marreca-piadeira

Família Ciconiidae - Ciconídeos

As aves ciconiformes têm, por principal características, pernas e bicos longos e são normalmente de grande porte.
Os ciconídeos são mudos e se comunicam através do batimento do bico no ninho. Muitas espécies são migratórias e a dieta das aves se baseia em anfíbios, peixes, insetos e pequenas aves ou mamíferos.

Selo Pantanal e o jacaré
Jaburu (Jabiru mycteria)
A ave-símbolo do Pantanal Tuiuiú, também conhecida como jaburu (Jabiru mycteria) é ilustrada no selo da Série Pantanal Mato-Grossense. O tuiuiú é uma ave pernalta com pescoço nu e preto e com plumagem do corpo branca. O papo também é nu e vermelho.
O selo também retrata o jacaré (Caiman crocodilus yacare) e os dois cardeais da espécie cardeal-do-nordeste (Paroaria dominicana). O cardeal tem plumagem de cabeça vermelha, curta e ereta, principalmente na nuca do macho.
Cegonhas
Esta espécie frequenta as proximidades de zonas úmidas, mas ocorre também em terrenos secos.
1970 - Polônia Ciconia ciconia
Selo Tapeçaria do castelo de Wawel Selo Cegonha-branca
Mycteria americana 1994 - Brasil
Selo Pantanal Mato-grossense Selo 100 Anos da Maternidade de São Paulo

Família Columbidae - Columbídeos

Os columbídeos são aves de pequeno e médio porte. A família é composta pelos pombos, pombas, rolas e rolinhas.
Selo Pombos-Correio
Pombos-Correio
O selo da Romênia destaca o desenho de dois pombos-correio. Aves que durante séculos foram responsáveis por transportar mensagens.
Data: 23.12.1982
Código: Mi RO P127A

Selo Ano Internacional da Paz 1986
Pomba branca
O selo do Vietnã de 1986 comemora o Ano Internacional da Paz.
A ilustração do selo destaca a pomba branca, mensageira da paz, e no plano de fundo a palavra paz repetida em diferentes idiomas (hòa bình, paix, peace, etc.)
A arte ainda exibe o logotipo com as mãos em forma de concha e abaixo o texto em vietnamita Nâm quốc tế hòa Binh 1986 (Ano Internacional da Paz 1986).
Data: 07.12.1986
Código: VN 1742

Selo Pombo verde
Pombo verde
O selo de Laos de 1988 retrata o pombo verde de nome científico Treron bicinctus.
Os pombos verdes alimentam-se principalmente de pequenas frutas e vivem em pares ou em pequenos bandos.
Na margem inferior o texto Treron bicincta e Republique Democratique Populaire Lao. O selo tem o carimbo de 1988.
44 kip
Data: 30.09.1988
Código: Mi LA 1085
Denteação: 12¾ x 12½

Selo Rola-rosada
Rola-rosada
O selo de Guiné-Bissau de 1989 apresenta o pássaro rola-rosada de nome científico Streptopelia roseogrisea.
É uma ave de médio porte com cabeça acizentada, asas castanhas, peito rosado e ventre branco.
500 pesos
Data: 20.04.1989
Código: Mi GW 1022
Denteação: 12½

Selo Pombo-verde-de-são-tomé
Pombo-verde-de-são-tomé
A ilustração do selo de 1993 traz o Pombo-verde-de-são-tomé. Essa ave faz parte das espécies endêmicas que nasceram nas ilhas, que se adaptaram às condições peculiares das ilhas e que não se encontram em mais nenhum lugar do Mundo.
Db 500
Data: 15.06.1993
Código: Mi ST 1406
Denteação: 13¾ x 14


Selo Rolinha-roxa
Rolinha-roxa
O selo destaca a imagem do casal de aves da espécie columbina talpacoti, cujo nome popular é rolinha-caldo-de-feijão, rolinha-roxa, etc. É a mais conhecida das pombinhas brasileiras e mede 17 cm de comprimento. O macho é marrom-ferrugíneo com a cabeça cinza-azulada e a fêmea é inteiramente marrom-clara.
Data: 01.07.1994
RHM: 713

Selo Pomba branca
Pomba branca estilizada
O selo de 2006 apresenta a ilustração de uma pomba branca - um símbolo de paz, amor e fidelidade - e um coração, rodeado de flores caligráficas contra um fundo de lavanda.
O selo do artista Michael Osborne foi criado especialmente para enviar convites de casamento e confirmar presenças (RSVP).
Código: Mi US 4045BA

Família Falconidae - Falconídeos

Os falconídeos distinguem-se dos outros falconiformes por matarem a presa com o bico e não com as garras.

Selo Falcão-peregrino
Falcão-peregrino
A ilustração do selo destaca a ave de rapina diurna Falcão-peregrino de nome científico Falco peregrinus.
O texto na margem esquerda do selo é Geschützte Vogelarten e na margem inferior é Wanderfalke Falco peregrinus.
20 Pfennig
Data: 27.04.1967
Código: Mi DD 1274
Denteação: 14
Tiragem: 10.000.000

Selo falcoaria
A falcoaria é retratada no selo da série comemorativa à primeira Exposição Mundial de Caça realizada em Budapeste no ano de 1971. A ave de rapina é treinada para se acostumar com a presença do treinador e também para não se incomodar com movimentos, barulhos ou outros estímulos. 
A ilustração destaca o falcão no poleiro e no plano de fundo a ave pousando no punho enluvado do dono em dois momentos distintos do treinamento. 
Código: HU 2667A

Falcão Americano
Os dois selos americanos, emitidos em anos diferentes, exibem a ave de rapina Falcão-americano ou Quiriquiri de nome científico Falco sparverius. A ilustração retrata o falcão empoleirado no galho de uma árvore de onde procura insetos e pequenos animais no solo. Eles comem lagartixas, grandes insetos, camundongos, e pequenas cobras; no crepúsculo tenta capturar morcegos.
1991 1999
Selo Falco sparverius Selo Falcão-americano

Família Psittacidae


Araras, Jandaias, Papagaios, Periquitos e afins são aves inteligentes que ostentam plumagem de cores vistosas e coloridas. Essas aves são classificadas como membros da família Psittacidae e se diferenciam quanto as espécies.

Amazona
Os papagaios do gênero Amazona são aves com plumagem predominantemente verde, de médio porte e robustas.
Papagaio-de-peito-roxo Charão Papagaio-de-cara-roxa
Selo papagaio-de-peito-roxo Selo papagaio-charão Selo papagaio-de-cara-roxa
Selo Papagaio-verdadeiro
Papagaio-verdadeiro
O selo de Camboja de 1989 exibe o Papagaio-verdadeiro de nome científico Amazona aestiva. Essa ave também é conhecida como papagaio-boiadeiro, papagaio-comum, papagaio-curau, papagaio-de-fronte-azul, papagaio-grego, papagaio-baiano, louro, ajuruetê, juru-etê, papagaio-curau e trombeteiro. Na lateral esquerda do selo o texto Amazona aestiva e na margem inferior R.P. Kampuchea e postes 1989.
Data: 02.12.1989
Código: Mi KH 1021

Arara-vermelha (Ara macao)
Plumagem predominantemente vermelha e asas tricolores: vermelho, amarelo e azul. Ela também é conhecida como Araracanga, Arara-macau, ararapiranga e arara-vermelha.

Arara-vermelha Araracanga
Selo Arara-vermelha Selo Araracanga

Inseparável-de-Fischer (Argaponis Fischeri)
A ave possui um aro branco e sem penas ao redor dos olhos, tem o bico vermelho, a cabeça laranja ou avermelhada, peito amarelo ou alaranjado e o restante do corpo com plumagem em diferentes tons de verde e amarelo. Ela também é conhecida como inseparável-de-Fischer e pássaro-do-amor.

Casal de Argaponis Inseparável-de-Fischer
Selo Casa de Argaponis Selo Agapornis fischeri

Espécie Psittacula

Periquito-de-cabeça-rosa Periquito-dos-himalaias Periquito-de-colar
Selo Periquito-de-cabeça-rosa Selo Periquito-dos-himalaias Selo Periquito-de-colar

Outros papagaios da ordem dos Psittaciformes...

Selo papagainho
O selo de 1980 exibe o Papagainho de nome científico Touit melanonota. Ele também é conhecido como Apuim-de-costas-pretas, periquitinho, entre outros.
A ave mede quinze centímetros de comprimento, tem coloração verde com matiz acinzentado no peito e no ventre. A cauda é curta com penas vermelhas barradas de negro que ficam ocultas parcialmente quando a ave está em repouso.
O exemplar faz parte da Série Fauna Brasileira - Psitacídeos, composta por quatro espécies de aves ameaçadas de extinção no Brasil. A emissão comemorativa homenageia a Oitava Exposição Filatélica Luso-Brasileira - VIII LUBRAPEX.
RHM: C-1169


Arara-azul-grande
Arara-azul-grande
A arte do selo de Madagascar traz a Arara-azul-grande de nome científico Anodorhynchus hyacinthinus.
É uma ave de cor azul predominante que contrasta com o amarelo ouro do entorno dos olhos e da mandíbula inferior.
Os textos do selo são Repoblika Demokratika Malagasy, Paositra 1992, Anodorhynchus hyacinthinus.
50 Fmg
Data: 24.02.1993
Código: Mi MG 1423
Denteação: 12

Selo Jandaia-verdadeira
Jandaia-verdadeira
O selo postal de Madagascar mostra o pássaro Jandaia-verdadeira de nome científico é Aratinga jandaya (periquito barulhento).
É um pássaro que se alimenta de sementes, castanhas e frutas.
Os textos do selo são Repoblika Demokratika Malagasy, Paositra 1992, Aratinga Jandya.
Data: 24.02.1993
Código: Mi MG 1426

Selo Periquito-australiano
Periquito-australiano
A ilustração do selo postal de Madagascar exibe o Periquito-australiano de nome científico é Melopsittacus undulatus.
É um pássaro pequeno sociável que vive em bandos ou em casais na época da reprodução. Os periquitos são brincalhões, tagarelas e gostam de fazer barulho para chamar a atenção.
Os textos do selo são Repoblika Demokratika Malagasy, Paositra 1992, Melopsittacus undulatus.
Data: 24.02.1993
Código: Mi MG 1427

Selo Periquito Kakariki
Periquito Kakariki
O periquito Kakariki da Nova Zelândia de nome científico Cyanoramphus novaezelandiae é o destaque do selo de Madagascar. Esse pássaro também é conhecido como periquito Fronteou-Vermelho, periquito-de-coroa-vermelha, etc.
É uma ave de pequeno porte com o padrão vermelho na cabeça e a plumagem na cor verde brilhante.
Os textos do selo são Repoblika Demokratika Malagasy, Paositra 1992, Cyanoramphus novaezelandiae.
Data: 24.02.1993
Código: Mi MG 1428
Denteação: 12

Família Sturnidae - Esturnídeos

Estorninho-comum
O estorninho-comum de nome científico Sturnus vulgaris é o destaque do selo de Guiana. Ele também é conhecido como estorninho-malhado, estorninho-galego, estorninho-pinto e tornilho.
A plumagem pode ser negra brilhante pontuada por pequenas malhas brancas ou com nuances de reflexos métalicos verde-arroxeado, dependendo da época do ano.
Nessa linda imagem é possivel observar o filhote no buraco da árvore aguardando o alimento.
Código: Mi GY 2076

Selo Estorninho-rosado
Estorninho-rosado
A ilustração do selo da Romênia destaca a ave estorninho-rosado de nome científico Sturnus roseus. O pássaro apresenta uma pequena crista, o corpo rosado, as asas, a cabeça e a cauda pretas. Na margem superior do selo o texto Sturnus roseus.
250 Leu
Data: 30.04.1993
Código: Mi RO 4884x
Denteação: 13¼

Família Threskiornithidae - Tresquiornitídeos

São aves que lembram as garças, voam com o pescoço esticado e vivem em regiões de pântanos ou brejais (aves paludícolas).

Colhereiro
Os colhereiros possuem os bicos curvados para baixo e são conhecidos pelo gênero Platalea.

Selo Pantanal e os animais
Colhereiro
A avifauna foi representada com a espécie colhereiro (Platalea ajaja ou Ajaia ajaja), uma ave pernalta, rosada e com bico em forma de colher.
A ilustração também retrata outros animais que compartilham a beleza do Pantanal Mato-grossense, por exemplo, ariranha (Pteronura brasileira), lontra (Lutra platensis) e a onça pintada (Panthera onca).
RHM: C-1396

Selo Colhereiro Africano
Colhereiro Africano
O selo exibe a ave pernalta de pescoço longo denominada de Colhereiro Africano do gênero Platalea.
Essa ave de plumagem branca vive em zonas úmidas pantanosas. Na lateral esquerda o texto Platalea alba.
475f
Data: 15.01.1999
Código: Mi TD 1875
Denteação: 12¾

Íbis
As íbis são aves que possuem pernas longas, cauda curta, bico longo e curvo.
Íbis-sagrado Íbis-escarlate Íbis
Selo Íbis-sagrado Selo Guará, Íbis-escarlate Selo Íbis

Fragatas

As aves marinhas, popularmente conhecidas como tesourões ou fragatas, possuem asas extremamente longas e cauda bifurcada como lâminas de tesouras. Os machos possuem um saco gular vermelho e as fêmeas tem um peito branco.

No ninho Fregata magnificens
Selo Tesourão

Galinha

As galinhas e galos têm crista, asas pequenas e corpo pesado, o que dificulta o seu voo.

Legorne Bergische Kräher e Ancona Ano do Galo
Selo Legorne Selo Gallus gallus domesticus Selo Ano do Galo

Garças


Algumas das espécies de Garças estão representadas nos próximos selos. As ilustrações retratam a beleza dessas aves que vivem em bordas de lagoas, lagos, rios e à beira-mar. São aves que procuram os alimentos em águas rasas ou mais profundas, sozinhas ou em grupo.

Índia Hungria
Selo Garça-branca-intermédia Selo Savacu
S. Tomé e Príncipe
Selo Garça
2003 - USA 2004 - USA
Selo de 2003 Garça branca Pequena Selo de 2004 Garça branca Pequena
Hong Kong
Selo Garça Branca

Oriolus


Selo Papa-figos-de-cabeça-preta
Papa-figos-de-cabeça-preta
O selo apresenta a ave Papa-figos-de-cabeça-preta, cujo nome científico é Oriolus larvatus.
A característica do macho é a cor amarelo-vivo com asa e cauda preta.
75c
Data: 05.02.1966
Código: Mi LK 343
Denteação: 14

Selo Papa-figos
Papa-figos
O selo da Romênia traz a ave Papa-figos de nome científico Oriolus oriolus. É considerada uma ave de cores vivas e possui o bico vermelho. O macho adulto tem a cabeça e dorso amarelos com asas pretas, enquanto as fêmeas e os machos jovens são esverdeados e pretos.
50 Leu
Data: 30.04.1993
Código: Mi RO 4880x
Denteação: 13¼


Pega rabuda

Essa ave de nome científico pica pica pertence a família dos corvos.
Possui uma longa cauda e a sua plumagem é preta e branca com reflexos azuis, verdes e vermelhos.
Estado Independente Croata Romênia
Selo Ave Pica Pica Selo Ave Pica Pica

Rouxinol

É uma ave cantora por excelência, tem porte pequeno e na sua plumagem predominam os tons castanhos, marrons e avermelhados.

Benin Espanha
Selo Rouxinol, 1997 Selo Rouxinol

Tucanos

Os tucanos são aves encontradas principalmente no Brasil, México e Argentina.
Tucanuçu Tucano
Selo Tucanuçu Selo Tucano

Série dedicada às Aves - Ajman, 1968

Selo Sagittarius serpentarius
Sagittarius serpentarius
O selo destaca a ave de rapina diurna Sagittarius serpentarius que também é conhecida como secretário e serpentário.
É uma ave de grande porte, com aproximadamente 1,5m de altura e 2 metros de envergadura.
A plumagem é cinzenta com penas pretas na parte de trás da cabeça, na ponta das asas, na cauda e nas coxas.
O seu habitat é a savana, áreas semi-desérticas ou com florestação esparsa.

Selo Ave-do-paraíso de Wilson
Ave-do-paraíso de Wilson
O selo destaca a imagem da Ave-do-paraíso de Wilson ou Diphyllodes respublica. É uma das aves mais coloridas do mundo. O macho tem como característica as cores vermelha e preto e o manto amarelo em seu pescoço. No canto inferior direito o carimbo de 1969.
1 Ryal
Data: 25.01.1969


Balaeniceps rex
O selo de 1969 destaca a ave de cor cinza Balaeniceps rex que também é conhecida como bico-de-sapato e bico-de-tamanco devido ao seu enorme bico.
1 Ryal
Data: 25.01.1969
Código: Mi AJ 398A
Denteação: 12½

Selo Balearica pavonina
Balearica pavonina
O selo destaca a ave Balearica pavonina que também é conhecida como Grou-coroado devido ao penacho na cor amarela localizado no topo da cabeça.
1 Ryal
Data: 25.01.1969
Código: Mi:AJ 399A
Denteação: 12½



Série Fauna e Flora - 1973

Tangára Corrupião Beija-flor-rubi
Selo Tangará e Acácia Negra Selo Corrupião e as flores do mandacaru Selo Beija-flor-rubi e as flores do ipê

Série Proteção à Fauna - Pássaros Brasileiros, 1978

A ilustração retrata a beleza das cores e os detalhes da plumagem dos três pássaros: Canário, Crejuá e Pintor-verdadeiro.
Sicalis flaveola (Linnaeus) Cotinga maculata (Muller) Tangara fastuosa (Lesson)
Selo Canário da Terra Selo Crejuá Selo Pintor-verdadeiro

Série Preservação da Fauna - Parque Nacional Marinho dos Abrolhos - 1985

A série é composta por quatro espécies de aves representativas do Arquipélago de Abrolhos.
Data: 05.06.1985, Denteação:11½ x 12, Tiragem: 2.100.000
Tesourão Atobá-grande Benedito
Selo Tesourão Selo Atobá-grande Selo Benedito

Série Pássaros Urbanos - Brasil

Selo Andorinha-doméstica
Andorinha-doméstica
O selo destaca a imagem da ave Andorinha-doméstica de nome científico Notiochelidon cyanoleuca. A andorinha passa a maior parte do dia voando, só pousando em árvores, antenas e fios de eletricidade para descansar ou quando o tempo está ruim.
Data: 01.07.1994
RHM: 710

Selo Gavião-carijó
Gavião-carijó
O selo de 1994 mostra o Gavião-carijó de nome científico Buteo magnirostris. A espécie possui cerca de 36 cm de comprimento, com plumagem variando de cinza a marrom e negro nas partes superiores, peito cinza, asas com base das primárias ferrugíneas, partes inferiores barradas de canela, cauda com quatro ou cinco faixas escuras, ceroma, íris e tarsos amarelos.
Data: 01.07.1994
RHM: 711

Selo Sábia-laranjeira
Sábia-laranjeira
O selo brasileiro destaca a imagem do Sábia-laranjeira de nome científico Turdus rufiventris. Ele é citado por diversos poetas como o pássaro que canta o amor e a primavera.
Data: 01.07.1994
RHM: 712

Selo Rolinha-roxa
Rolinha-roxa
O selo destaca a imagem do casal de aves da espécie columbina talpacoti, cujo nome popular é rolinha-caldo-de-feijão, rolinha-roxa, etc. É a mais conhecida das pombinhas brasileiras e mede 17 cm de comprimento. O macho é marrom-ferrugíneo com a cabeça cinza-azulada e a fêmea é inteiramente marrom-clara.
Data: 01.07.1994
RHM: 713

Selo Quero-quero
Quero-quero
O selo de 1994 destaca a imagem da ave Quero-quero de nome científico é Vanellus chilensis. É uma ave de porte médio a pequeno, com 32 a 38 cm de comprimento e 300 a 320g de peso.
R$ 0,20
Data: 01.07.1994
RHM: 714

Selo Tico-tico
Tico-tico
O selo do Brasil traz a imagem da ave de porte médio Tico-tico de nome científico é Zonotrichia capensis.
O Pássaro mede 15 centímetros de comprimento, têm as faces de cor cinza com 2 tiras negras de cada lado que vão até a região do pescoço, uma partindo do canto posterior do olho e outra do canto do bico.
Data: 01.07.1994
RHM: 715

Selo João-de-barro
João-de-barro
O selo de 1994 exibe o João-de-barro de nome científico Furnarius rufus.
A ave possui o dorso inteiramente marrom avermelhado e está retratada ao lado do seu característico ninho de barro em forma de forno.
Data: 01.07.1994
RHM: 716

Selo Tiziu
Tiziu
O selo destaca a beleza da ave Tiziu de nome científico Volatinia jacarina. O artista Etienne Demonte procurou assimilar as peculiaridades da espécie reproduzindo o Tiziu macho da forma mais fiel possível. O macho é todo preto com brilho azul-metálico e tem uma pequena mancha branca na parte inferior das asas. Foi usada a técnica do guache.
1º Porte Nacional
Data: 22.07.1997
RHM: 740

Selo Tesourinha
Tesourinha
O selo do Brasil destaca a imagem da ave Tesourinha pousada no galho da árvore. O nome científico dessa ave é Tyrannus savana.
A arte de Etienne Demonte, com técnica do guache, reproduziu a beleza e as peculiaridades da ave que é branca por baixo e com as costas cinzas. Também possui plumagem preta na cabeça, asas e cauda. Data: 13.10.1997
RHM: 741

Série Passeriformes - Benin, 1997

São aves de tamanho pequeno e médio, cujo tamanho do bico varia de acordo com o tipo de alimentação.
Melro-de-peito-branco Quebra-nozes
Selo Melro-de-peito-branco Selo Quebra-nozes

Outras aves...



Selo Alvéola-cinzenta
Alvéola-cinzenta
O pássaro Alvéola-cinzenta de nome científico Motacilla cinerea, é o destaque do selo do Estado Independente Croata (N.D.H.- Nezavisna Država Hrvatska).
Caracteriza-se pelo ventre amarelo brilhante, rabo longo e pernas curtas.
O texto é Avionska posta.
30 kn
Data: 1941

Selo Tagarela-europeia
Tagarela-europeia
O selo do Estado Independente Croata (N.D.H.- Nezavisna Država Hrvatska) exibe o pássaro Tagarela-europeia de nome científico Bombycilla garrulus. A ave tem uma poupa na cabeça, mascarilha preta nos olhos, plumagem bege e a extremidade da cauda amarela. Este selo é considerado como não oficial (cinderela), pois a série não foi autorizada e nem reconhecida pelo governo croata. O texto é Avionska posta.
50 kn
Data: 1941

Selo Mobelha-árctica
Mobelha-árctica
O selo da Polônia exibe a ave Mobelha-árctica de nome científico Gavia Arctica.
A ave passa a maior parte de sua vida na água e possui plumagem branca visível quando está nadando.
Os textos na margem inferior são Gavia Arctica Nur Czarnoszyi.
5,60 zl
Data: 05.06.1964
Código: Mi PL 1497
Denteação: 11¼
Tiragem: 1.728.000

Selo Bico-de-lacre-comum
Bico-de-lacre
O selo de 1972 de Ruanda mostra as aves Bico-de-lacre de nome científico Estrilda astrild.
O bico-de-lacre também é conhecido por outros nomes: bico-de-lápis, beijo-de-moça, bico-de-lata, bombeirinho, beijinho-de-moça, bico-de-fogo, etc.
A alimentação delas é composta de sementes e gramíneas, eventualmente insetos.
A ilustração destaca as aves agarradas às hastes do hibisco. Na lateral direita o texto Astrild ondule.
Código: Mi RW 500A


Selo Cardeal
O selo do Brasil de 1969 apresenta o cardeal-de-topete-vermelho de nome científico Paroaria coronata.
É um pássaro de extraordinária beleza física e sonora, com plumagem de cor cinzenta, íris escura, bico negrusco e topete ferrugíneo.
O desenho de Edson de Araujo Jorge usou as cores azul, vermelho, marrom e preto para realçar a ave.
A emissão mostrava o terceiro selo sobre a nossa fauna com objetivo de divulgar as riquezas do nosso país.
NCr$ 0,10
Data: 20.08.1969
RHM: C-642

Selo Ema
A ema de nome científico Rhea americana é o destaque do selo do Brasil de 1973.
A maior ave sul-americana caracteriza-se por ter asas atrofiadas, plumagem pardo-acinzentada, três dedos em cada pé e por não possuir cauda. Nos machos existe uma mancha negra no pescoço, diferindo-os das fêmeas.
O desenho de Gian Calvi ilustra a ema ao lado das flores vermelhas da planta Mulungu (Erythrina reticulata Presl).
Cr$ 2,00
Data: 28.12.1973
RHM: C-828

Selo Pisco
Pisco
O selo da Hungria exibe a pequena ave pisco também conhecida como pisco-de-peito-ruivo.
É uma ave que aprecia bosques, parques e jardins e que tem como característica a mancha alaranjada iniciando na testa até o peito.
Na lateral esquerda do selo o nome da ave Vörösbegy em Húngaro.
Data: 16.04.1973
Código: Mi HU 2857A

Selo Vogelbescherming
Proteção das aves
Selo comemorativo ao 75 anos da sociedade para a Proteção das aves Vogelbescherming Nederland que foi fundada 1899.
25 cents
Data: 19.02.1974
Código: Mi NL 1023
Denteação: 12¾ x 14
Tiragem: 27.258.400

Selo Sericulus chrysocephalus
Sericulus chrysocephalus
O selo australiano destaca a ave Regent Bowerbird de nome científico Sericulus chrysocephalus.
A ilustração retrata o macho da espécie devido a coloração, ou seja, possui plumagem na cor preta com amarelo brilhante na cabeça e nas asas.
Enquanto que a fêmea tem coloração castanho claro.
Data: 01.07.1980
Código: Mi AU 716

Selo Pinguim-de-adélia
Pinguim-de-adélia
O selo da Polônia traz o Pinguim-de-adélia cujo nome científico é Pygoscelis adeliae. O selo faz parte da série comemorativa aos 10 anos da Estação Antártica Polonesa Henryk Arctowski.
A ilustração do selo retrata o veleiro Gedania, a colônia de pinguins e destaca o filhote de pinguim junto com o adulto. Na margem superior do selo o texto Pingwin Adeli * Pigoscelis Adeliae.
Data: 13.12.1987
Código: Mi PL 3079


Selo Guarda-rios
Guarda-rios
O selo destaca a pequena ave de cor azul brilhante Guarda-rios ou pica-peixe de nome científico Alcedo atthis.
O guarda-rios tem cabeça grande, um longo bico preto e patas curtas vermelhas-claras.
$ 2
Data: 28.01.1988
Código: Mi GY 2078


Selo Estrelinha-de-poupa
Estrelinha-de-poupa
O selo traz a pequena ave estrelinha-de-poupa cujo nome científico é Regulus regulus. Essa ave possui plumagem esverdeada e a coroa amarelada e pode ser avistada nas copas das árvores, porém é muito difícil de ser identificada visualmente.
$ 2
Data: 28.01.1988
Código: Mi GY 2079

Selo Coturnix japonica
Coturnix japonica
O selo de Laos de 1988 exibe a codorna da espécie Coturnix japonica conhecida como Codorna Japonesa.
As codornas de linhagem de postura são de pequeno porte e têm corpo camuflado com pigmentação marrom.
Na margem inferior do selo o texto Corunix japonica e Republique Democratique Populaire Lao.
10 kip
Data: 30.09.1988
Código: Mi LA 1083
Denteação: 12¾ x 12½

Selo Pica-pau-de-três-dedos
Pica-pau-de-três-dedos
O selo da Coreia do Norte traz o Pica-pau-de-três-dedos ou pica-pau-tridátilo de nome científico Picoides tridactylus. Essa ave não possui nenhuma plumagem vermelha e tem apenas três dedos, dois na frente e um atrás.30 chon
Data: 18.12.1990
Código: Mi KP 3162
Denteação: 12

Selo Visita do Presidente Collor à Antártica
Aves na Visita do Presidente Collor à Antártica
A arte do selo retrata alguns animais que vivem na Antártida: o pinguim, a foca, o leão marinho e as aves. O tema do selo é a visita do Presidente Fernando Collor de Melo à Antártica que ocorreu em fevereiro de 1991 na Estação Antártica Brasileira Comandante Ferraz (EACF). O selo tem o carimbo de Porto Alegre.
Cr$ 300,00
Data: 20.02.1991
RHM: C-1725
Denteação: 12 x 11½

Selo Calhandra-cornuda-do-deserto
Calhandra-cornuda-do-deserto
A ave Calhandra-cornuda-do-deserto ou cotovia-cornuda-do-deserto de nome científico Eremophila bilopha é o destaque no selo da República Árabe Saarauí Democrática.
É um pássaro pequeno da família da cotovia e tem como característica os "chifres" na cabeça.
10 Ptas
Data: 1992

Selo Avestruz
Avestruz
A República Árabe Saarauí Democrática apresenta a maior ave do planeta o Avestruz de nome científico Struthio camelus.Caracteriza-se por ser uma ave alta, ter cabeça pequena, pernas e pescoço longo e asas atrofiadas. Essa ave não tem capacidade de voo, porém tem habilidade para corrida.
O avestruz habita áreas montanhosas, savanas e planícies arenosas desérticas.
Data: 1992


Selo Cascão
Tucano, Arara,..
O selo da Turma da Mônica Ecologia de 1992 destaca o personagem Cascão tirando foto dos pássaros (tucano, arara, etc.) que estão ao seu redor, em alusão a importância de preservar a natureza.
Selo comemorativo sobre a Conferência da ONU - Meio Ambiente e Desenvolvimento.
Data: 04.06.1992
RHM: C-1803

Selo Picanço-quadricolor
Picanço-quadricolor
A ilustração do selo da Tanzânia traz a ave Picanço-de-quatro-cores ou picanço-quadricolor cujo nome científico é Telophorus viridis.
15 Shilingi
Data: 15.10.1992
Código: Mi:TZ 1317
Denteação: 12 x 12½

Selo Pica-boi-de-bico-amarelo
Pica-boi-de-bico-amarelo
O selo de 1992 ilustra a ave Pica-boi-de-bico-amarelo que é habitualmente vista sobre girafas, rinocerontes, zebras e gnus.
A ave procura os parasitas, como o carrapato, no meio dos pelos desses animais.
35 Shilingi
Data: 15.10.1992
Código: Mi TZ 1320
Denteação: 12 x 12½

Selo Indicator indicator
Indicator indicator
O selo da Tanzânia de 1992 exibe a ave Indicator indicator conhecida como indicador-grande. O pássaro se alimenta da cera de abelha e sabe onde ficam as colmeias dentro de troncos de árvores. Através de uma parceria com o ser humano ele indica as colmeias indo de árvore em árvore, aguarda a extração do mel e por fim alimenta-se da cera exposta.
150 Shilingi
Data: 15.10.1992
Código: Mi TZ 1321
Denteação: 12 x 12½

Selo Ave Poupa-eurasiática
Ave Poupa-eurasiática
O selo da Romênia retrata a ave Poupa-eurasiática cujo nome científico é Upupa Epops. A ave possui a plumagem na cor castanho, as asas nas cores preto e branco e a longa crista (poupa) alaranjada com as pontas pretas. A crista quando levantada parece um leque e ela pode ser aberta ou fechada à vontade.
20 Leu
Data: 30.04.1993
Código: Mi RO 4878x
Denteação: 13¼

Selo Pica-pau-malhado-grande
Pica-pau-malhado-grande
O selo de 1993 mostra o Pica-pau-malhado-grande de nome científico Dendrocopos major. A ave possui a plumagem nas cores preto e branco com abdômen avermelhado e o macho possui uma mancha vermelha na nuca. Esta ave gosta de pousar nos troncos das árvores, comportamento que foi retratado na arte do selo.
25 Leu
Data: 30.04.1993
Código: Mi RO 4879x
Denteação: 13¼

Selo Cruza-bico-listado
Cruza-bico-listado
O selo exibe a ave Cruza-bico-listado também conhecido como Cruza-bico-franjado cujo nome científico é Loxia leucoptera. O Cruza-bico tem a parte superior do bico cruzada com a parte inferior característica que facilita a abertura de sementes.
65 Leu
Data: 30.04.1993
Código: Mi RO 4881x
Denteação: 13¼

Selo Andorinha-de-bando
Andorinha-de-bando
O selo de 1993 da Romênia exibe a Androrinha-de-bando de nome científico Hirundo rustica. A ave possui o corpo e a parte superior da cabeça azulada, cauda comprida e bifurcada, asas pontiagudas e curvadas. Elas gostam de pousar em fios elétricos, por isso o comportamento foi retratado na arte do selo.
90 Leu
Data: 30.04.1993
Código: Mi RO 4882x
Denteação: 13¼

Selo Chapim-de-cabeça-branca
Chapim-de-cabeça-branca
O selo da Romênia apresenta a ave Chapim-de-cabeça-branca cujo nome científico é Parus cyanus. A ilustração do selo usou a cor azul para dar destaque ao pássaro e ao texto Posta Romana.
160 Leu
Data: 30.04.1993
Código: Mi RO 4883x
Denteação: 13¼

Selo Peito celeste
Peito celeste
O selo de 1993 de São Tomé e Príncipe destaca o pássaro Peito celeste ou catuiti de nome científico Uraeginthus angolensis. É uma ave presente no território angolano e que emite um canto bonito e melodioso. O macho tem a cor azul mais mais acentuada do que a fêmea.
Db 500
Data: 15.06.1993
Código: Mi ST 1408
Denteação: 13¾ x 14

Selo Pardal Comum
Pardal Comum
O selo exibe o pardal comum também conhecido como pardal doméstico. Na lateral direita do selo o texto Moineau domestique - Huismus.
13 Franc
Data: 03.01.1994
Código: Mi BE 2585X
Denteação: 11½

Selo Moa Gigante
Moa Gigante
O selo postal de Madagascar mostra a espécie de ave não voadora Moa Gigante de nome científico Dinornis maximus. A sua extinção foi concomitante com a chegada do homem na Nova Zelândia. Os textos do selo são Repoblika Madagasikara, Paositra 1994 e Dinornis maximus .
35 Fmg
Data: 27.07.1994
Código: Mi MG 1675
Denteação: 12

Selo Arlequim
Arlequim
O selo da Tanzânia destaca a imagem do Arlequim ou águia-sem-rabo empoleirado na árvore. Essa ave de rapina tem cauda muito curta e asas longas e largas.
40 Shilingi
Data: 30.09.1994
Código: Mi TZ 1854
Denteação: 12 x 12½

Selo Urubu-rei
Urubu-rei
O selo da Tanzânia destaca a imagem do Urubu-rei cujo nome científico é Sarcoramphus papa. É uma ave de rapina de grande porte com cabeça e pescoço nus em tons de vermelho, amarelo e alaranjado. A plumagem é branca e negra.
250 Shilingi
Data: 30.09.1994
Código: Mi TZ 1859
Denteação: 12½ x 12

Selo Abutre de cabeça branca
O Abutre de cabeça branca de nome científico Trigonoceps occipitalis é o destaque do selo da República Árabe Saarauí Democrática ou Saara Ocidental. Ele também é conhecido como Urubu de cabeça branca.
A cor da cabeça é predominantemente branca e onde não há penugem a coloração é rosada da pele. Nas costas e nas asas as penas são pretas e quanto mais próximo dos pés e da extremidade inferior das asas se mesclam com penas brancas.
Essa espécie de abutre vive no continente africano, nas regiões de savanas, e poder ser avistado pousado nos galhos das árvores Baobás. Os abutres se alimentam do corpo de animais em decomposição que podem espalhar doenças, por isso as aves têm um papel preponderante na saúde pública.

Selo mutum-de-alagoas
O Mutum-de-alagoas (mitu mitu = Pauxi mitu) é o destaque do selo do Brasil de 1995. A ave também é conhecida como mutum-do-nordeste. Caracteriza-se pela plumagem negra no dorso com ventre marrom-claro, bico bicolor de aspecto curvo, vermelho na base e rosa-clara na extremidade. Os olhos são castanho-escuros com tons discretos de vermelhos e a região do ouvido desprovida de penas.
O exemplar faz parte da Série Preservação da Fauna que trouxe duas aves incluídas na relação de espécies ameaçadas de extinção.
Data: 05.06.1995
RHM: C-1944

Selo Mandrião-grande
Mandrião-grande
A ilustração do selo da Bulgária traz a ave marinha Mandrião-grande cuja espécie é Stercorarius skua. A ave tem como característica a plumagem marrom escura e um dos locais que essa espécie constrói os ninhos é ao longo da costa da Antártida. O selo faz parte da série selos postais dedicados aos habitantes da Antártida. Abaixo da imagem estão os textos Stercorarius skua e АнтарктикА (Antarctica).

Selo Cettia diphone
Cettia diphone
O selo destaca a imagem do pássaro Cettia diphone. Essa ave não existe no Brasil, mas é muito comum no Japão. As legendas do selo são: Royaume du Cambodge, Cettia diphone e Postes 1996.
Data: 07.05.1996
Código: Mi KH 1596


Selo Papa-moscas-azul-e-branco
Papa-moscas-azul-e-branco
O selo apresenta o pássaro Papa-moscas-azul-e-branco empoleirado no galho.
A espécie também é conhecida como Papa-moscas azul e o nome científico é Cyanoptila cyanomelana.
Data: 07.05.1996
Código: Mi KH 1597




Selo Gaio-azul
Gaio-azul
A beleza do Gaio-azul de nome científico Cyanocitta cristata é o destaque do selo americano de 1996. Essa ave é considerada barulhenta e briguenta.
O Gaio-Azul tem coloração brilhante, crista azul no topo de sua cabeça com um colarinho preto por trás e a garganta branca. O bico, as patas e os olhos são pretos.
Código: Mi US 2753BDr

Selo Mandarim
Mandarim
A ave exótica Mandarim ou Diamante mandarim de nome científico Poephila guttata é o destaque do selo de Togo.
Essa espécie de pequeno porte tem muitas variações de cores que foram obtidas por diversos cruzamentos com outras aves.
150f
Data: 27.11.1996
Código: TG 2473

Selo Diamante Sparrow
Diamante Sparrow
O selo de Togo exibe a ave ornamental Diamante Sparrow cujo nome científico é Emblema guttata.
500f
Data: 27.11.1996
Código: TG 2477
Denteação: 12¾

Selo Lugre
Lugre
A ave Lugre de nome científico Carduelis spinus é o destaque desse selo de Benin. O passarinho também é conhecido como Abadavina, Bengalinha, Canário-da-índia, Marroquino e Pintassilgo-verde. O Lugre mede aproximadamente 12cm de comprimento, tem bico cônico e plumagem preta e amarela.
O selo faz parte da série Passeriformes. São aves de tamanho pequeno e médio, cujo tamanho do bico varia de acordo com o tipo de alimentação.
Os textos do selo são Postes 1997, Republique Du Benin e Carduelis spinus.

Selo Ave corredor
Ave corredor
A ave corredor de nome científico Cursorius cursor é o destaque do selo da República Árabe Saarauí Democrática, também conhecida como Saara Ocidental.
Caracteriza-se pelas pernas compridas, plumagem na cor castanho-clara e lista supraciliar bicolor, branca e preta. É uma ave elegante e alta, usa as pernas longas para correr por áreas desérticas e semi-desérticas, com a cabeça levantada. Ela vive nos desertos secos do norte da África e da Arábia.
Data: 1998

Selo Abetarda-moura
Abetarda-moura
O selo de 1998 da República Saarauí exibe a ave Abetarda-moura ou Abertarda Africana de nome científico Chlamydotis undulata. Abetardas são aves de grande porte com pernas e pescoços longos. Elas conseguem sobreviver sem beber água por períodos muito longos, por isso conseguem viver em ambientes áridos e quentes como o deserto do Saara. Este selo da República Árabe Saarauí Democrática é considerado cinderela, ou seja, sem valor postal porque não é oficial. O carimbo é do ano de 1999 e os textos são Correos 1998, Republica Saharaui e Chlamydotis undulata.


Selo Bispo vermelho
Bispo vermelho
O selo do Afeganistão exibe a ave ornamental bispo vermelho ou cardeal tecelão-vermelho de nome científico Euplectes orix.
A plumagem vermelha está presente na cabeça, na parte superior do peito e na parte inferior da cauda. Enquanto a plumagem preta aparece na face, na parte inferior do peito e na barriga. Além disso, as asas e a cauda são marrons.
Data: 10.09.1998
Código: AF 1816


Selo Quelea-de-bico-vermelho
Quelea-de-bico-vermelho
O selo de Benim exibe a pequena ave Quelea-de-bico-vermelho ou tecelão-de-bico-vermelho, cujo nome científico é Quelea quelea. É uma das espécies de ave mais abundantes no mundo e formam bandos com milhares de indivíduos. Os textos são Quelea quelea, Postes 1999, Republique Du Benin.
200f
Data: 10.01.1999
Código: Mi BJ 1121

Selo Cardeal-tecelão-amarelo
Cardeal-tecelão-amarelo
O selo de Benim mostra a ave bispo-de-coroa-amarela, arcebispo ou cardeal-tecelão-amarelo de nome científico Euplectes afer.
O pássaro tem plumagem nas cores amarela e preta, sendo o tom amarelo o dominante.
As legendas são Euplectes afer, Postes 1999, Republique Du Benin.
Data: 10.01.1999
Código: Mi BJ 1122


Selo Flamingo
Selo Flamingo
A arte do selo mostra a ave Flamingo-Americano cujo nome científico é Phoenicopterus ruber.
200f
Data: 15.01.1999
Código: Mi TD 1872
Denteação: 12¾


Selo Pássaro-martelo
Pássaro-martelo
O selo exibe a ave Cabeça-de-martelo ou pássaro-martelo cujo nome científico é scopus umbretta. Essa ave de plumagem marrom vive em rios e pântanos.
400f
Data: 15.01.1999
Código: Mi TD 1874
Denteação: 12¾


Selo Pisco-de-peito-azul
Pisco-de-peito-azul
O Pisco-de-peito-azul de nome científico Luscinia svecica está representado no selo de Togo de 1999.
A plumagem que se destaca é o peito azul combinado com outras cores, como o branco ou o castanho alaranjado. Outra característica desse pequeno pássaro são as pernas e o bico finos, ambos de cor cinza.
Data: 08.09.1999
Código: TG 2955

Selo Chapim-do-salgueiro
Chapim-do-salgueiro
O selo de Togo exibe o pássaro empoleirado da espécie Parus montanus conhecido também como Chapim-do-salgueiro e Chapim-salgueiro. Uma das características dessa ave é o bico curto. Os textos no selo são Republique Togolaise, Postes 1999 e Parus montanus.
Data: 08.09.1999
Código: TG 2960

Selo Pavão
Pavão
A beleza do pavão de nome científico Pavo cristatus é o destaque do selo do Afeganistão de 2000. Essa ave também é conhecida como pavão-azul, pavão-comum e pavão-indiano.
A ave ornamental caracteriza-se pela plumagem exuberante, multicolorida e com cores muito intensas.
O pavão tem como hábito dormir nas copas das árvores ou nos ramos mais altos de arbustos, para se sentir protegido.

Selo Pinguim-de-barbicha
Pinguim-de-barbicha
O selo de Camboja de 2001 exibe o Pinguim-de-barbicha de nome científico Pygoscelis antarctica.
Essa espécie de pinguim pode ser encontrada na Antártida e ilhas adjacentes.
Na margem direita o texto Pygoscelis antarctica e na margem esquerda Royaume du Cambodge. O selo faz parte da série pinguins.
Data: 05.08.2001
Código: Mi KH 2223


Selo Picanço de cauda longa
Picanço de cauda longa
O selo exibe o Picanço de cauda longa que é uma ave solitária e que se reúne em pares apenas na época de reprodução.
Caracteriza-se por uma cauda preta, longa e estreita. Além disso, tem a máscara e a testa também na coloração preta.
Os ninhos são construídos com gravetos e folhas e não são muito elaborados.
Data: 31.12.2006
Código: Mi HK 1398

Selo Scarlet Tanager
Scarlet Tanager
A arte do selo dos EUA exibe a ave ornamental Sanhaçu Escarlate ou Scarlet Tanager de nome científico Piranga olivacea.
A espécie é bastante apreciada pelos criadores, pois os machos possuem uma coloração vermelho intensa, com asas pretas, além de terem um lindo cantar.
Data: 05.04.2014
Código: Mi US 5074BD